________________________________________

Senti necessidade de me expressar de outra forma que não através da música e da fotografia, antigas paixões. E foi uma surpresa quando vi que a matéria-prima com que trabalho há tanto tempo, a linguagem, poderia me dar a tábua de salvação expressiva de que eu tanto precisava e que tem me ajudado muito nos meus melhores e piores momentos, a poesia.

Vou listar aqui algumas dessas minhas tentativas de escrever poemas, cronologicamente. Todos os textos são de minha autoria. Mas como até meu romantismo é extremo, você não encontrará aqui poemas românticos nem melosos. São mais humanistas e existenciais, e como tudo ligado à existência, podem, eventualmente, demonstrar algum peso e pessimismo. Não tenho pretensão outra a não ser expressar minhas dores, loucuras, alegrias, dúvidas, angústias, revoltas e outros sentimentos que moram em mim.

Claudia Pinelli Baraúna Rêgo Fernandes®

Follow ClaudiaPinelli on Twitter



"Se eu ler algo e ele fizer meu corpo inteiro gelar, de uma forma que não haja fogo que possa me aquecer, eu sei que se trata de Poesia."



Emily Dickinson

domingo, 21 de dezembro de 2008

Angels & Devils

We all have angels and devils inside us
angels are fed by love we can give, feel, take
devils by every bad thought and act
we are able to get


If you want to keep your devils distant
don't give them what they really want or desire
let them as fragile as possible and
maybe they will forget


For helping you in this difficult battle
call the angels cause only they can fight bravely
against the force that the evil has
without any regret


When, at last, the good inside you wins
celebrate, joyfully, another soul that is arising
you're no longer the same used to be
you only have to accept.




Claudia Fernandes



21 de dezembro de 2008.
Related Posts with Thumbnails